Funorte

Odontologia

Informações Gerais

Instituto de Ciências da Saúde - ICS

Reconhecido pelo Ministério da Educação através da Portaria 281 de 4 de março de 2009
 

FUNCIONAMENTO: UNIDADE JK

Av. Osmane Barbosa, 11.111 - Bairro: JK
Montes Claros/MG - CEP: 39404-006 - Contato:  38 2101 9292

Coordenador de curso – Altair Soares de Moura  (38) 2101-9261

Modalidade - Bacharelado

Vagas - 30 vagas semestrais

Duração - Cinco anos

Turno de funcionamento - Integral

 
Missão / Objetivo

O curso tem como finalidade formar, através de um modelo moderno e inovador, profissionais capazes de praticar uma odontologia que reconheça no paciente a ser tratado não só as necessidades curativas e intervencionistas, mas também a importância da cavidade bucal na saúde geral do indivíduo (inter-relações doenças bucais / doenças sistêmicas), a manutenção da saúde no paciente tratado, e a prevenção das infecções e anomalias dentais através de diagnóstico precoce e preciso.

É essencial, no entanto, que o modelo curricular proposto, além do treinamento intensivo para a prática social da odontologia forneça uma formação “científica” ao estudante para torná-lo capaz de diagnosticar e prevenir infecções bucais, que são a principal causa da perda de dentes na infância (cárie) e na idade adulta (doença periodontal).

 
Perfil Profissional

Profissional

O perfil do egresso do Curso de Odontologia visa formar um profissional generalista, com forte embasamento ético, cidadania e humanístico com conhecimentos sólidos em três pilares: ciências sociais e antroposofia, formação técnica e cuidador na promoção de saúde, obedecendo a bioética. Capaz de atuar de forma critica e reflexiva em equipes multiprofissional e inter-profissional, com os acadêmicos novatos integrados aos veteranos como auxiliares e observadores na construção do conhecimento obedecendo três pilares: humanismo, individual e coletivo, preparando-se para atender uma população no serviço público e no serviço privado.

Mercado de Trabalho

Os profissionais da Odontologia atuam na Atenção à Saúde Bucal, em consonância com outras profissões da área da saúde, nos setores público e privado. Em equipes de saúde, como administrador e propositor de estratégias e políticas de Saúde Bucal, assim como professor em instituições/escolas de Odontologia na graduação e pós-graduação formando e aperfeiçoando profissionais com visão generalista seguindo as novas diretrizes curriculares nacionais, estando aptos para atuar também como especialistas de maneira isolada e integrada nas várias especialidades oferecidas pela odontologia.

 
Coordenação

Coordenação

Profº Altair Soares de Moura
Graduado em Odontologia em 1979
Universidade do Vale do Rio Doce - UNIVALE (Governador Valadares/MG)

Pós-Graduação (Latu Senso)

Dentística restauradora - 1994
USP Bauru (São Paulo)

Pós-Graduação (Latu Senso)
Metodologia do Ensino Superior
Unimontes - 1996
Montes Claros (MG)

Pós-Graduação (Stricto Senso)
Clínicas Odontológica
Universidade Federal da Bahia - UFBA - 2004

Pós-Graduando (Stricto Senso) - 2011
Ciências da Saúde
Universidade Traz dos Montes e Alto D'oro

Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Acesse o Curriculo Lattes

 
Estágio

APRESENTAÇÃO

A formação do Cirurgião Dentista garante o desenvolvimento de estágios curriculares, sob supervisão docente. Este estágio é desenvolvido de forma articulada e com complexidade crescente ao longo do processo de formação. A carga horária mínima do estágio curricular supervisionado atinge 20% da carga horária total do Curso de Graduação em Odontologia proposto, com base no Parecer/Resolução específico da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação.

O estágio supervisionado representa uma das etapas do processo de formação do Cirurgião Dentista.

Consiste em oportunidade proporcionada ao estudante para que este se insira na realidade de um Serviço de Saúde Público, visando à vivência prática supervisionada no SUS.

Tal estágio faz parte da matriz curricular do Curso a partir do 7° até ao 10° período, sendo que, já a partir dos períodos iniciais do curso os estudantes começam a se inserir nesse processo com atividades de promoção de saúde através do Programa de Integração Serviço-Ensino-Comunidade - PISEC, além da participação dos estudantes em programas de estágios extra-curriculares como o Programa Sorriso no Campo, implantado pelo Governo de Estado em parceria com as Faculdades de Odontologia do País, sendo desenvolvido no período das férias Escolares nos meses de Julho e Janeiro.

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL

O estágio supervisionado é fundamentado em proposições do Parecer/Resolução específico da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação e na Lei n° 6.494 de 07 de dezembro de 1977, regulamentada pelo Decreto-Lei n° 87.497, de 18 de Agosto de 1982, alteradas pela Lei n° 8.859 , de 23 de março de 1994 e o Decreto-Lei n° 2.080, de 26 de novembro de 1996, que entre outros aspectos, regula as relações estagiário-empresa, fazendo com que o estágio seja viabilizado em proveito dos alunos, não havendo, em qualquer hipótese, vínculo empregatício com a Prefeitura.

OBJETIVOS

GERAL:

• Proporcionar ao estudante a possibilidade de vivência prática supervisionada do SUS, através de atuação direta em âmbito municipal, com atuação integrada no setor saúde, visando o desenvolvimento do aluno no sentido de pensar criticamente, analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos tanto em nível individual quanto coletivo, visando a melhoria da qualidade de vida da população.

ESPECÍFICOS:

• Possibilitar ao estudante a oportunidade de atuação junto a uma equipe multiprofissional, visando um entendimento mais global dos aspectos relacionados ao setor saúde, viabilizando estratégias para a solução dos problemas relacionados à saúde bucal;

• Possibilitar ao estudante a oportunidade de realização de um diagnóstico de saúde local com a identificação e planejamento de estratégias para a melhoria dos aspectos relacionados à mesma;

• Propiciar ao estudante exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, aplicando-a no sentido de uma maior contribuição social;

• Propiciar ao estudante a oportunidade de desenvolver uma assistência odontológica individual e coletiva com atividades de promoção de saúde, prevenção, tratamento e reabilitação principais agravos da saúde;

• Estimular o estudante no sentido de conhecer a realidade local na qual está inserido, observando os aspectos relacionados aos profissionais da saúde e comunidade no território de atuação.

Visando a compreender a relação existente entre os atores sociais relacionados ao setor saúde, exercendo a capacidade de ouvir os diferentes setores nas suas perspectivas, angústias, anseios, a forma de compreensão do processo saúde/doença, valorizando a compreensão dos vários indivíduos dos aspectos relacionados à saúde, exercendo a capacidade de viabilizar estratégias objetivas de atenção à saúde adequadas à realidade municipal e real necessidade da população;

• Levar o estudante conhecer a realidade do setor saúde vivenciada nos vários municípios de abrangência do estágio supervisionado do Curso de Odontologia do ICS, bem como as estratégias adotadas pelos colegas diante das diferentes realidades diagnosticadas, através de momentos criados que permitirão a troca de vivências entre os colegas;

• Contribuir para a melhoria e estruturação do serviço de saúde local, no sentido de capacitação de profissionais, contribuição na elaboração de diagnóstico e planejamento de ações de atenção à saúde adequadas à realidade, visando a otimização do atendimento de saúde, objetivando melhoria da qualidade de vida da população.

CAMPO DE ESTÁGIO

O campo para realização do estágio supervisionado em odontologia será a própria IES, além de Programas de Saúde da Família, e outros cenários de prática que visem à vivência da realidade profissional por parte do estagiário, sendo fundamentada em princípios técnicos e éticos adequados, contribuindo para a formação profissional, seguindo-se os parâmetros das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia.

REQUISITO BÁSICO

Para a realização do estágio o estudante deverá estar regularmente matriculado, e cumprido todas os módulos relacionados à promoção de saúde para o estágio do 7° e 8° períodos, sendo que para o 9° e 10° períodos deverá ter sido aprovado em todos os módulos dos períodos anteriores.

CRITÉRIOS DE APROVEITAMENTO

A realização e aprovação no estágio supervisionado são obrigatórias para a obtenção da titulação pelo estudante. Este deverá ser capaz de estabelecer diagnóstico, planejar e aplicar ações efetivas para a melhoria dos aspectos relacionados à saúde. Essas atividades contribuirão efetivamente para a formação profissional do aluno, além de terem impacto sobre o sistema de saúde do local de atuação. As atividades do estágio deverão ser planejadas e articuladas de forma a se estabelecer horários não concomitantes com outras atividades de formação em que o estudante estiver matriculado.

Aspectos observados para a realização do estágio:

• O município deverá manifestar o interesse e formalizar a proposta de parceria com instituição (através da coordenação do curso e do estágio supervisionado) no sentido de viabilização do estágio;

• Formalização do contato da instituição (através da coordenação do curso e do estágio supervisionado) com o município para que possam ser efetivados os convênios e definidas as normas da parceria;

• A IES fará um seguro de acidentes pessoais para o estagiário como pré-requisito para a realização do estágio;

• A coordenação do curso e do estágio supervisionado definirá as duplas que irão atuar nos municípios onde for firmado o convênio;

• Os estudantes do 7° ao 9° períodos estarão desenvolvendo atividades de estágio concomitantes com outras atividades, fazendo-se necessário a execução de cronograma para o cumprimento das mesmas;

• Os estudantes do 10° período deverão dedicar-se somente ao Estágio Curricular Supervisionado e ao trabalho de Conclusão de Curso;

• Os estudantes, durante o período de estágio, deverão submeter-se às normas administrativas e técnicas das unidades de saúde onde estão desenvolvendo as atividades de estágio.


SUPERVISÃO DO ESTÁGIO NO CAMPO:

A supervisão do estagiário em campo será realizada por um profissional que atua no local, com habilitação na área de formação do estagiário. O supervisor local realizará o acompanhamento e a avaliação das atividades de campo realizadas pelos estagiários.

GERAL:

A supervisão geral será de responsabilidade do(a) professor(a) supervisor(a) e realizada através de visitas regulares, de acordo com planejamento, número de estagiários, infra-estrutura disponível, cidades e professores.

• A supervisão deverá sempre ser compartilhada com os profissionais do serviço, podendo ocorrer também através de recursos de mídia e de informática;

O supervisor realizará o acompanhamento e a avaliação das atividades teórico-práticas realizadas pelo estagiário;

• O supervisor deverá realizar a supervisão do plano básico de trabalho, bem como a detecção e correção de possíveis desvios no decorrer da execução;

• O supervisor deverá realizar a orientação dos estagiários com vista a uma postura profissional ética e de qualidade, além de elucidação de dúvidas sobre assuntos relativos ao estágio.

 
TCC

 

TCC

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Odontologia acontece em três momentos:

* No 8º Período, quando os acadêmicos fazem o projeto de trabalho de conclusão e o defende para obterem a pré-qualificação.
* No 9º Período, os estudantes apresentam a versão final do projeto para a banca examinadora, que é um pré-requisito para a colação de grau.

 
Contato

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Endereço: Campus JK - Avenida Osmane Barbosa, 11.111 - bairro JK
Fone:  (38) 2101-9261 - 21019264
 
 

Veja Também

EDITAIS ABERTOS

<< EDITAL >> Mestrado Profissional

<< EDITAL >> Semana do Bêbe http://files/br_semanadobebe.pdf

<< EDITAL >> Monitoria Voluntária

<< EDITAL >> Serviço Social

<< EDITAL >> Ação, Saúde e ...

Leia Mais...

Calendário Acadêmico 2014

Manual do Acadêmico

Neste manual você encontrará informações que poderão auxiliá-lo nas dúvidas sobre a instituição da qual você faz parte.

FAÇA O DOWNLOAD DO MANUAL


Leia Mais...

Centro de Esp. Médicas - CEMED

A Funorte/Soebras oferece à população de Montes Claros e região diversos serviços, com atendimentos especializados e tratamentos nas mais diversas áreas da saúde.


Leia Mais...

Plataforma Brasil

 

 

Informamos que todos os pesquisadores deverão realizar o cadastro e que os cadastros feitos no ...

Leia Mais...

Programa de Iniciação Científica Medicina

O Pró-Ciência é destinado aos graduandos do curso médico, entre 3º e 8º períodos. A Iniciação Científica trabalha no aperfeiçoamento do graduando, constituindo parte fundamental de um curso superior.


Leia Mais...

Ligas Acadêmicas de Medicina

As Ligas Acadêmicas (LAs) são entidades basicamente constituídas por estudantes, buscando aprofundar o conhecimento sobre temas em uma determinada área ou especialidade.

Saiba mais


Leia Mais...

Processo Seletivo